Arenápolis News - arenapolisnews.com.br
Eleições Brasil 2014
Quarta - 10 de Setembro de 2014 às 08:06
Por: *JOSÉ ANTONIO LEMOS DOS SANTOS

    Imprimir


Soraia Ferreira / Assessoria
Wellington Fagundes deseja inclusão de Mato Grosso no programa Brasil Mais Seguro e a nomeação de novos agentes da PRF
Wellington Fagundes deseja inclusão de Mato Grosso no programa Brasil Mais Seguro e a nomeação de novos agentes da PRF

Sem ter como fugir ao tema, a crise que assola a segurança pública de Mato Grosso obrigou o deputado federal Wellington Fagundes (PR), candidato ao Senado pela coligação ‘Amor à Nossa Gente’, para buscar socorro em Brasília. tomando o cuidado para não criticar o governador Silval Barbosa (PMDB), Fagundes pediu socorro à presidente Dilma Rousseff e ao Ministério da Justiça, para a melhoria da segurança pública de Mato Grosso e do Brasil. 


Os mais de 700 quilômetros de fronteira seca de Mato Grosso com a Bolívia e o alto índice de homicídios na Grande Cuiabá estão entre as principais preocupações levadas pelo parlamentar republicano.

Fagundes solicitou ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a inclusão de Mato Grosso no programa Brasil Mais Seguro, do Governo Federal. Isso porque, segundo Wellington, somente em Cuiabá e Várzea Grande ao menos uma pessoa morre assassinada todos os dias. "Devemos reduzir a impunidade, dar a sensação de segurança à população e promover o maior controle de armas. Mato Grosso reúne todos os pressupostos para adesão ao programa e estamos confiantes de que o ministério irá nos dar esse suporte", afirmou.

Já o ofício endereçado à presidente Dilma tem como objetivo a nomeação de 450 candidatos aprovados no concurso público da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de 2013, e de 766 que estão no cadastro reserva do certame. O candidato aprovado Salatiel de Souza conta que a indicação do republicano traz a renovação do sonho de ser um policial rodoviário federal. “Nosso sonho é esse, estar em nossos estados combatendo e minimizando o problema das drogas e das armas. Além disso, fiscalizar também as rodovias, que tem alto índice de acidentes”, explica.

Atualmente o atraso no efetivo da PRF está em torno de 30% do que já é determinado pela Lei. Há mais de 3.000 cargos vagos e um problema grande: cerca de mil policiais já podem pedir aposentadoria, o que causaria uma defasagem ainda maior.

Fagundes explica que somente em Mato Grosso há uma faixa de fronteira “seca” de 720 quilômetros com a Bolívia e é necessária maior vigilância terrestre.“A contratação desses profissionais irá, certamente, combater a entrada de drogas e armas, que são os principais fomentos do crime organizado no Brasil”, adverte.

Pelo Nortão
Em campanha ao Senado, Wellington Fagundes reuniu centenas durante atividades de campanha, em cinco municípios da região Norte de Mato Grosso. Nas cidades de Guarantã do Norte, Peixoto de Azevedo, Matupá, Terra Nova do Norte e Itaúba, o candidato participou de encontros corpo-a-corpo com a população para ouvir suas principais demandas por melhorias na região e se encontrou ainda com lideranças políticas daqueles municípios.

“É sempre muito bom poder estar com a campanha na rua, caminhando tão perto da população, mostrando para elas o nosso trabalho e recebendo tanto carinho. Espero poder retribuir isso tudo para os cidadãos lá no Senado, trabalhando para melhorar a vida de todos”, disse Wellington.

Wellington seguiu em visita aos municípios ao lado do candidato ao Governo do Estado da coligação ‘Amor à Nossa Gente’, ex-vereador Lúdio Cabral (PT), e vice-governadora, deputada Teté Bezerra (PMDB).





Fonte: Olhar Direto

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://arenapolisnews.com.br/noticia/97948/visualizar/