Arenápolis News - arenapolisnews.com.br
Licio Antonio Malheiros
Sexta - 21 de Fevereiro de 2014 às 10:22
Por: Licio Antonio Malheiros

    Imprimir


A agricultura familiar traz arraigada em si, o cultivo da terra realizada por pequenos proprietários rurais, tendo como mão de obra, essencialmente o núcleo familiar, desenvolvendo um trabalho de subsistência. A implementção de políticas públicas sociais acaba criando nesses pequenos produtores rurais, a certeza de melhores dias, através de algumas ações alvissareiras, engendradas por pessoas comprometidas com o campo e, consequentemente com os pequenos produtores rurais. Nesse contexto, temos que destacar a pessoa do Deputado Estadual Antonio Azambuja (PP), o mesmo incentiva estes pequenos produtores rurais, a criar uma nova vertente de produção, como forma de agregar valores, incentivando-os à prática da piscicultura.

Tendo como protótipo, o município de Indiavaí, situado a 380 km de Cuiabá, esta ação social, não ficará apenas no papel, haja vista que, já existe o aval da Secretaria de Desenvolvimento Rural, para que aproximadamente 150 famílias sejam contempladas, com a distribuição de pelo menos, 10 mil alevinos. 

Quando é preciso, tecemos duras críticas ao Governo do Estado e concomitantemente aos órgãos fiscalizadores dessas ações, a exemplo, à própria Assembleia Legislativa, que tem como precípua básica a de fiscalizar, assim como, existe a prerrogativa constitucional, de implementar políticas públicas, dirigidas as pessoas mais humildes, neste particular, cito os pequenos agricultores familiares que sofrem no campo.

Agora, quando surge uma ação futurista e inovadora, como esta implementada pelo Deputado Estadual Antonio Azambuja (PP), contemplando várias famílias humildes, com a distribuição de 10 mil alevinos, isso é algo memorável, passível de divulgação.

Alguns céticos e derrotistas por certo irão dizer, que por mais humanista e integralista que este projeto seja, o mesmo, irá mudar o foco do pequeno produtor rural, fazendo com que ele mude de ações e, passe a se dedicar única e exclusivamente à piscicultura.

Na verdade, esta medida visa agregar valores a produção do pequeno produtor rural, conhecido como, agricultor familiar, o mais importante, é que o mesmo, poderá fazer uso desse pescado para manutenção da sua família.

Para melhor explicar essa medida importante e vanguardista, tomada pelo deputado, basta acessarmos alguns dados, que irão dar conta, da grande utilização dessa atividade, através dá implementação da aquicultura; haja vista que, o consumo de pescado no Brasil aumentou 23,7% em dois anos.

Vou mais além, o peixe é a proteína animal mais consumido no mercado internacional, e encontra maior espaço para crescer. Em média, cada habitante do planeta consome 18,8 quilos de pescado por ano, aqui em Mato Grosso por certo, essa média é bem maior, em função da grande quantidade de rios piscosos; agora, com a utilização da criação de peixe de tanque, por certo esse percentual irá elevar-se. 

Esta ação vanguardista engendrada pelo deputado Azambuja, partiu da indicação da população daquele município, em consonância com a Prefeitura Municipal de Indiavaí, através do Secretário Municipal de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente, Clovis Dutra da Silva e do Engenheiro Agrônomo Gilberto de Souza Brauno, por meio do ofício nº 001/2014, pedindo mais este benefício para o município, o importante é que muitos serão contemplados; fazendo valer a terceira Lei de Newton, conhecida como lei da ação e reação.




Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://arenapolisnews.com.br/artigo/821/visualizar/